Digite aqui qualquer palavra que faça surgir alguma poesia

Um respiro


O desejo é a ambição da morte
O paladar, o gosto da noite
Enquanto a busca,
Guia-se na sorte,
Enfrentamos o frio,
Severo e lúdica.
Cálido é o pesadelo
A vida, um respiro
No silêncio conversamos com anjos
Em uma turbulenta madrugada de outono.

Morte. Um direito de todos!


A legalidade da Morte é um assunto da vida
se for oficial, quem sabe talvez
os mortos não tenham direito a palavra,
e expressem o seu terrível ponto de vista?

Coisa Toda


E a dúvida interroga a questão:
- Não seria Deus,  o limite de cada coisa?
ou,
na melhor das conformidades,
- Cada coisa não seria o limite de Deus?
Assim, apenas o tempo é perfeito
e nada mais é absoluto
do que senão cada coisa
medida no infinito de si mesmo.

Da pergunta de Hamlet


Porque para ser diferente é necessário querer ser igual,
o mesmo, semelhante, idêntico...
é necessário a travessia,
o confronto, o penhasco,
 um oceano de ordinariedade...
A busca da soma,
da adição, do composto..
O material necessário  para a transmutação,
a passagem, o óleo e o vinho
Apenas assim,
no compartilhamento da identidade,
que buscará o diferente,
o aquém, o especial...
Se vale a pena morrer por isso?
A todo instante... Já estamos morrendo!

A Primeira Lição


Às vezes,
Precisamos ser intransigente no verbo
E predicado na oração...
Porque - às vezes - ocultamos o sujeito
E, indiretamente, não classificamos o objeto.
O futuro, nesse caso,
Torna-se imperfeito,
Como um passado um pretérito...
Nessas vezes é preciso aprender a vida
E a coerência de todas as palavras...
A Escola é a primeira Lição.

A difícil arte de atravessar paredes


Tenho esse talento espectral,
de repente,
metamorfosear-me em um completo fantasma.
                                                                             {Tudo a depender do pesadelo}

Invólucro a cerne humana,
com adereços fantasmagóricos
Sussurro um sinistro
sopro de vaidade,
posso escapar a tristeza
separando o corpo do espírito
e a mente da verdade,

O problema, no entanto,
encontra-se nas paredes,
onde até hoje,
ainda não encontrei uma forma de atravessá-las...


Explicações e Conselhos


{a parte da explicação} A burrice não é uma fraqueza do cérebro,
                                          é um atento do coração,
                                          Já a inteligência,
                                        é uma contraluz
                                     de seus sentimentos.
Ou seja,
{a parte do conselho} Se você quer se apaixonar
                                     enfraqueça os pensamentos
                                      e,
                                     deixe o coração às cegas!