Digite aqui qualquer palavra que faça surgir alguma poesia

Buñuel

Estou surrealizando meu sonho,
Vê se não interrompa!
Falta-me
Ainda
Um pouco de algo estranho
E muito de uma coisa sem sentido.
Talvez,
Uma melancia numa banana
Ou gato latindo,
um céu com luz de varanda,
Ou uma sombrinha de zinco,
Eu consiga isso,
Surrealizar meu sonho.
Afinal,
Todo surrealista que se preze
Tem que não ter sentido
E ser não sendo coisa alguma,
Vê o que não vê no íntimo
E achar o que não se encontra numa pergunta.
Só assim,
Para que qualquer poesia
Seja uma obra de arte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário