Digite aqui qualquer palavra que faça surgir alguma poesia

Essas tempestades...


Essas tempestades,
Em minha alma,
Estão à afundar navios...
Embarcações de outras tantas almas,
Eloqüentemente, trafegadas de poesia...
Essas tempestades, tão minhas,
Enfeitam o íntimo...
E elegantemente transborda agonia...
Essas tempestades,
e tudo mais que posso fazer,
É lançar-se ao mar...
Esse mar, que também não é água,
Em mim transparece um véu de versos e intensidade,
Enfeita meu ser,
E tudo mais que posso fazer,
É esperar que se resolva,
E que um próximo navio,
Entre em minha tempestade
E me resgate de toda essa maré...

Nenhum comentário:

Postar um comentário