Digite aqui qualquer palavra que faça surgir alguma poesia

Lirismo em Branco

Sinto o cheiro de todas as cores
Daquele arco-íris
O vermelho meio doce
E o azul cheiro de lis
Aquele cão
No meio do nada
Persistindo em sua folha de papel
Tentando com grunhidos
Devorar cada palavra rabiscada naquele céu
Sinto cheiro de todas essas cores
Todas tão minhas
Tão amores...
Se me fosse possível, um poema,
Aquarela de sentidos,
Escreveria em branco
da cor de todo esse meu lirismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário