Digite aqui qualquer palavra que faça surgir alguma poesia

A vida é foda

- A vida é foda
Outra vez, mesma ladainha
Nunca me canso de ouvir
No canto de qualquer esquina
- a vida é foda!

Foda,
Para mim na verdade,
É vida!
É o fruto de uma caminha
Entre um coberto
E aquela coisa que esquenta a barriguinha

Sei que muitos me criticam
Por não ter dois braços amputados
Ou problema cardíaco
                                              (a não ser, aquele poetizado
No velho verso de um poema subjetivo).
Mas eu não ligo,
Sou careta, sou poeta
Não construo prédios
Nem mexo com argamassa
Minha arquitetura tem outros pregos
E tijolos de palavras,

Mamãe não me pôs num colégio
Para que eu crescesse leigo
Envelhecesse cético
Na vida pondo defeito...

Contudo confesso,
Sou filho da mamãe e papai
Não nasci do acaso
Do destino ou do porto de algum caís

Vim ao mundo para ser poeta
                                              (ou poesia)
Para dar orgulho a quem me deu estudo
Mas não desconfie
Nem por um segundo
Que eu não seja autodidata

A vida me ensina todo dia
O que também te ensina
Sobre outra perspectiva
Mas eu,
Como poeta ou poesia
Sei pelo menos como se põe
Olhos no que se enxerga na vista
E isso não é foda
É vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário