Digite aqui qualquer palavra que faça surgir alguma poesia

Você, um poema



Eu queria que você fosse um poema,
e não apenas,
A segunda pessoa do singular.
Queria que fosse um sujeito composto
Uma somatória múltipla
De resultados aleatórios de um verbo mal conjugado...
Eu queria que fosse um poema.

Um poema desses que escrevo em noites de sábado
Ou que me escreve em noites de sábado
Mas você é tão subjetivo
Que pode ser qualquer coisa,
Um sujeito indefinido,
Uma oração adjetiva,
Um advérbio casual...
Mas, nesse preciso momento lírico,
Em que tento te buscar em versos,
Em restos e tudo mais...
Percebo que tenho que lhe preservar...
Pelo menos, até a ultima linha.
Pois, é aqui que,
por breve momento,
Você me torna poesia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário