Digite aqui qualquer palavra que faça surgir alguma poesia

Poderoso Chefão

Ela não parecia muito interessada na ideia,
Não beijou a minha mão,
Não aceitou o meu chá.
Não quis fazer sexo,
Mas, ainda sim,
Queria trocar a lâmpada da cozinha...

- Como pode vir aqui,
Desrespeitando-me,
Em meu próprio lar,
E achar que lhe devo um favor? Eu disse...

Ela, então,
Segurando sua arma em mãos,
Fitou-me os olhos,
Dizendo:
- Não é nada pessoal, apenas negócios...

Nenhum comentário:

Postar um comentário