Digite aqui qualquer palavra que faça surgir alguma poesia

Antisociadade

Meus poemas não são elegantes.
Eles não sabem vestir-se em moda.
Não cabem em ternos,
gravatas,
Nem usam relógios com horas.
Nem mesmo as poesias.
Tadinhas.
Sufocadas em vestidos
E bolsinhas.
Elas não suportam o modismo.
São meio hippies
De outras ideologias.
Esses poemas, essas poesias...
O mais ímpio,
De todos,
Continua sendo o verso,
Que embora careça de forma,
E constitui,
Sozinho,
Sua única e verdadeira moda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário