Digite aqui qualquer palavra que faça surgir alguma poesia

Carta para Cristiane

Como vai?
É junho por aqui,
Será que você ainda se lembra de mim?
O tempo passou,
O cabelo cresceu,
A barba enfeitou o meu rosto,
E o casco de navio que cobria o meu corpo,
Agora, anda enferrejudado...
Mas, Será que você ainda se lembra de mim?
Choveu bastante por aqui
E você?
Por onde andarás nessas intérminas chuvas?
O mundo mudou,
E eu sei que ainda estamos nos adaptando,
e há muitas metamorfoses para se Kafkariar,
entretanto, eu não sei bem quando,
Tudo isso um dia vai acabar,
Mas... E você?
Como está?
Eu não sei se ainda se lembra de mim,
E é bem provável que eu não te reconheça idem,
Deve ter a os cabelos de uma densa floresta negra
Ilustrada pelos mais formosos balés da fauna e flora,
A silhueta de um anjo,
A graça de uma bailarina,
E o sorriso da vida
Como será você?
Será que se lembra da promessa?
Aquela de quando nos conhecemos a primeira vez?
Lá naquele salão especial de almas recém-nascidas?
Éramos bebês, engantiando no solo de Deus,
Esperando pela vez
Daquele anjo que, sem por os pés no chão,
viria a nos beijar.
O teu beijo nos despertaria
e por aquele selo,
seriamos incapazes de lembrar nossa origem.
Mas eu me lembro,
Você se lembra.
Lembramos, pois,
o anjo nos esqueceu.
E foi assim que prometemos,
Um ao outro,
No salão eterno,
Que um dia iríamos nos reencontrar.
aqui nessa Terra.
E eu estou cumprindo, meu amor.
Estou cumprindo nossa promessa.
Sei que levou tempo demais para se esperar,
o sol mudou tantas estações
que nem sabemos mais o que era aguarda,
mas eu me lembro de você,
por favor, lembre-se de mim,
Estou chegando,
por favor, aguarde mais um pouco,
Estou chegando,
Para nunca mais te perder.
para nunca mais me perder,
Estou chegando de volta a você!

Nenhum comentário:

Postar um comentário