Digite aqui qualquer palavra que faça surgir alguma poesia

Sambinha de verão

Vai lá e avisa ao mar,
Que de água eu já estou bem,
Pode parar,
chega,
Está tudo bem...
Se é para afogar
que seja de amor ou de alguém,
nunca de mar,
tão pouco de desdém,
Ah, o amor e o alguém,
por que nunca me afogo
com coisas que me fazem tão bem?

Nenhum comentário:

Postar um comentário